11.01.2006

Ler aqui e agora é uma forma de prazer sofrido

Hoje em dia ler deixou de ser um prazer puro como comer ou fazer amor. Ler hoje em dia é um prazer que corrompe quase como andar de bicicleta no meio do trânsito e a inalar gases altamente nocivos. Não há nenhum momento em que o sentimento de viver para lá da experiência imaginada não nos perturbe. Há semrpe uma produção em espera, internet, rádio, televisão, filmes, exposições, tarefas, trabalhos, encontros, espectaculos, concertos e desporto que podiamos estar a fazer. Isto não me causa angústia mas cansa-me e faz-me sentir desligado do mundo. É preciso forçar-me a aceitar o facto de que é preciso "desperdiçar" tempo para percebermos o que podemos fazer com ele. Quando desenho sinto algo semelhante mas quando pinto felizmente este mundo desaparece...

Saudades misturadas com a dificuldade de encontrar o meu espaço-tempo de investigação em Londres.

Se calhar os melhores momentos são aqueles em que não fazemos nada. Aqueles em que apenas sentimos e encontramos prazer.

1 comment:

Vilma said...

julgo ainda não ter encontrada algo que goste realmente de fazer...